sexta-feira, 22 de março de 2013

A Galera das Antigas e a Galera do Agora


 

Depois de muito tempo sem escrever nada e depois de algumas pessoas comentarem que nunca mais tinha escrito e sentiam falta destes pequenos textos, resolvi retornar a essa atividade, que é de verdade, desejo do Senhor em minha vida, e resolvi recomeçar falando de um evento que ocorreu em nossa igreja.

Ontem à noite, tivemos em nosssa igreja, Catedral da Santíssima Trindade, um culto bastante especial e diferente denominado Culto das Antigas, que teve como objetivo reunir em um culto todas, ou grande parte das pessoas que já participaram ativamente da vida de nossa igreja, e foi realmente algo muito tocante, ver tantas pessoas que talvez nem saibam, mas que foram ou ainda são importantes em minha vida, as quais não irei nominar pois poderia deixar de citar alguém e assim ofender a quem quer se seja.
 
Impressionante também foi ver que toda uma geração de crentes em Jesus Cristo, vários pastores e dois bispos, e todo uma multidão de pessoas foram levadas de uma maneira ou de outra a conhecer a Cristo através de nosso Arcebispo, Dom Paulo Ruiz Garcia, sempre chamado de Pastor Paulo, pois em seu coração ainda é o nosso pastor.
 
Porém ao chegar em casa, me peguei fazendo algumas reflexões e a que ficou mais impressa em minha mente, foi a pergunta: "O que diferencia uma galera das antigas da galera atual?"
 
Vimos cristãos de várias gerações, que participaram em ministérios,cristãos que um dia lutaram pela ploclamação do Evangelho, ali, reunidos, talvez não mais com a mesma fé que um dia tiveram, mas ainda dispostos a pelo menos se reencontrar.
 
Talvez a diferença sejam os cabelos brancos, ou rareando, no caso dos homens, ou os cabelos louros das mulheres, talvez umas ruguinhas que surgiram.
 
Mas o que na verdade diferencia estas gerações é o modo como elas se relacionam com Cristo, pois nós mais maduros muitas vezes perdemos nossa ingenuidade frente as dificuldades da vida cristã, e isso é uma lástima, quantos dos nossos soldados foram ficando para trás, como disse Cazuza, meus heróis morreram de overdose, claro que não chega a tanto, Graças a Deus, mas muitos dos meus heróis daquela época se perderam, se deixaram levar por uma relativização que depois de um tempo só deixa o bagaço.
 
Até o louvor foi das antigas e ver aquele grupo junto de novo, foi benção do Senhor, e para mim o melhor louvor foi o Primeiro Amor, como eu gostaria de voltar ao Primeiro Amor, como eu gostaria que a galera do agora, nunca perdesse isso, continuasse sempre no Primeiro Amor de Cristo, pois eles ainda não sabem como nós sabemos que esse tempo depois de perdido não volta atrás, que tudo aquilo que nós sentimos e vivemos do jeito que aconteceu, não voltará.
 
Porém conclamo a todos a voltarem para Cristo!
 
É isso mesmo!!!
 
Estou falando com você!!!
 
Faz quanto tempo que você não ora? Faz quanto tempo que não participa de uma vigília de fogo? Há quanto tempo sua casa não recebe cristãos para orar e fazer a diferença no mundo, Cristo ainda precisa de você, Ele ainda não voltou, então a Palavra ainda precisa ser pregada, o Evangelho precisa ser anunciado daquele jeitinho que só você sabe fazer.
 
Seja de onde você for, onde quer que você esteja, essa é hora de se movimentar, não importa de qual galera das Antigas você é. Deus ainda quer você com Ele e sonha com o momento em que te dará um abraço e dirá:"Seja bem vindo de volta, há muito tempo esperava por você!!"


Graça e Paz, que o exemplo de Jesus Cristo nos inspire a sermos pessoas melhores.

Bruno Freitas (Carioca)
Servo inútil / Seminarista / Dentista

5 comentários:

  1. Muito boa a palavra, Carioca. Graças a Deus!

    ResponderExcluir
  2. Querido Carioca! Escrever assim é dom de Deus. Continue nessa obra, pois dará muitos frutos!
    Cara, orgulho-me de ser um desses caras da Galera das Antigas. Ontem foi muito impactante ao entrar na Igreja e ver tantos rostos que não via a anos. Pensei comigo mesmo, meio que passando um filme na cabeça: "Poxa! Morri e agora estou no céu!" Que sensação! Que alegria verdadeira brotou em meu coração naquele momento. Acho que não apenas eu, mas cada um sentiu um pouco disso ontem e sua reflexão é muito mais do que pertinente. É providencial e vem do coração do Senhor. Vamos reacender a chama do Espírito Santo. O ministério dos santos precisam de pessoas novas, mas também precisa da Galera das Antigas. Daquelas pessoas que talvez possam estarem nesse momento andando, não como o mesmo ímpeto que outrora, mas agora com mais maturidade, mais sensibilidade de olhar nos olhos dos nossos irmãos sem tanto julgamento e simplesmente amar, acolher e suportá-los em amor. O Tempo é hoje! O Tempo é agora! É tempo do IDE, mas também é tempo do VOLTA, pois nas idas e vindas da vida e da fé, sempre somos acolhidos e restaurados por nosso Pai que nunca nos abandonou e sempre esteve ao nosso lado. Um forte abraço e que Deus continue abençoando o seu ministério! Com amor, Mizinho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mizinho, bênção demais essa tua palavra, obrigado.

      Excluir